Os nhoques da Aninha

by Coentro Comunica


A Mesa III está sempre com alguma novidade. Unidas, a criatividade e a inquietação da querida chef Ana Soares sempre resultam em novos produtos incríveis. Pois Ana acaba de lançar uma nova linha que nos animou muito: os nhoques do Brasil!

Tudo começou no ano passado, quando a chef do pastifício escolheu ingredientes como açaí, pequi e urucum para criar a série Massas do Brasil. Foi sucesso total, todo mundo amou (nós inclusive, que criamos uma massa de Coentro em parceria com a chef para presentear amigos e parceiros no fim do ano passado)!

Para esse ano, ela resolveu selecionar outros ingredientes e incluir na linha outra especialidade sua - os Nhoques. Nasceram assim os Nhoques do Brasil! Tem de Milho verde recheado com queijo meia cura, de Batata doce ao perfume de manjerona, de Abóbora com alecrim (foto à esquerda) e de Mandioquinha, este um super clássico da casa. São todos vendidos em porções para dois, com preços bem em conta, que começam em R$ 22,50.

 “Eu adoro nhoque, é comida de aconchego, de mãe. Desta vez, resolvi prepará-los com os sabores de alma brasileira!”, conta ela. Se você nunca comeu o nhoque da Aninha pode não saber, mas ele tem seus segredos... E nós resolvemos contar alguns deles aqui, para quem quiser se arriscar nas próprias receitas!

Comece pela batata: a batata boa para fazer nhoque é aquela seca e farinhenta, sabe? O clima também interfere: prefira os dias secos e ensolarados (aparentemente não é só a mão do cozinheiro que conta no resultado final!) Cozinhe as batatas com casca, para que não absorvam muita água, e amasse quando estiverem ainda quentes, para não criar gruminhos. Quando estiver juntando todos os ingredientes na massa, lembre-se: quanto menos farinha você usar para dar o ponto, melhor!

Na hora de ir para a panela, coloque as bolinhas (ou quadradinhos, ou o formato que você bem entender dar ao seu nhoque) na água fervente aos poucos, espere subir e deixe escorrer delicadamente.

Sirva em pratinhos não muito fundos para não amassar tudo e...

Bom apetite!

 

PS:  E para quem quiser conhecer de perto os novos lançamentos, nesse sábado, dia 27 de junho, rola um evento super bacana na Mesa III das 9h às 16h. Além dos nhoques e novas massas, serão vendidos os criativos jogos de mesa da artista plástica e designer Marcia Cirne. O som fica a cargo da filha de Marcia, Manu Cirne, que canta sambas durante toda a tarde junto a Pedro Santiago e Gabriela Silveira! Imperdível!